Fórum como ferramenta de ensino-aprendizagem: experiência no Mestrado Profissional em Saúde da Família

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51723/ccs.v34i02.1532

Palavras-chave:

Programas de Pós-Graduação em Saúde, Saúde da Família, Educação a Distância, Fóruns de Discussão, Metodologias Ativas

Resumo

Introdução: o fórum é um espaço virtual de interação assíncrono utilizado em Educação a Distância, onde questões disparadoras despertam reflexões, discussões dialógicas, construção de saberes, frente a diversas percepções e vivências do cotidiano. Objetivo: discutir o uso do fórum como estratégia educacional que utiliza metodologias ativas, no contexto do Mestrado Profissional em Saúde da Família - PROFSAÚDE, a partir da perspectiva da prática docente. Método: estudo descritivo, de abordagem qualitativa, tipo relato de experiência que abrangeu a utilização dos cinco fóruns integrados das disciplinas do primeiro semestre do curso. Resultados: os fóruns proporcionaram: oportunidade de interações com profundidade teórica; debate; reflexão crítica; desenvolvimento de habilidades de comunicação; análise das situações cotidianas no serviço e dos processos de trabalho. Conclusão: o fórum é uma ferramenta para a construção coletiva de conhecimento entre as discentes; contribuindo para o desenvolvimento cognitivo, social e afetivo e a efetividade do processo de ensino-aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaysa da Penha Ferreira Alves, Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz Rio de Janeiro

Mestranda em Saúde de Família/Médica, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Nádia Maria Guimarães Monteiro, Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz Rio de Janeiro

Mestranda em Saúde de Família/Cirurgiã-dentista, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Riode Janeiro, Brasil

Michelli Machado Campos, Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz Rio de Janeiro

Mestranda em Saúde de Família/Enfermeira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Diana Paola Gutierrez Diaz de Azevedo, Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz Rio de Janeiro

Docente do Mestrado Profissional em Saúde da Família/Enfermeira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Referências

Bicalho RN de M, Oliveira MCSL. O processo dialógico de construção do conhecimento em fóruns de discussão. Interface (Botucatu) [Internet]. 2012 [acesso em 2023 jan 12]; 16 (41). Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1414-32832012005000028

Guilam MCR, Teixeira CP, Machado MFAS, Fassa AG, Fassa MEG. Mestrado Profissional em Saúde da Família (ProfSaúde): uma experiência de formação em rede. Interface (Botucatu) [Internet]. 2020 [acesso em 2023 jan 10]; 24(Supl. 1):1-15. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/JHBXSLpx4Y9zzkfTvXtXXwx/?format=pdf&lang=pt

Teixeira CP, Gomes MQ. (Orgs.). PROFSAÚDE. Mestrado Profissional em Saúde da Família. Turma Multiprofissional: Manual do(a) mestrando(a). 2. ed. rev. atual. Rio de Janeiro: Fiocruz; Recife: UFPE; Porto Alegre: UFCSPA, 2022 [acesso em 2023 abr 15]. Disponível em: https://profsaude-abrasco.fiocruz.br/manual-mestrando-profsaude-atualizado

Moore MG. Three types of interaction. Am J Distance Educ. [Internet]. 1989 [acesso em 2023 fev 20]; 3(2):1-7. Disponível em: https://doi.org/10.1080/08923648909526659

Brasil. Decreto nº 9057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF - Seção 1 –2017 mai 26 [acesso em 2023 abr 10]. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/decreto/d9057.htm

Mitre SMI, Siqueira-Batista R; Girardi-de-Mendonça JM, Morais-Pinto NM, Meirelles CAB, Pinto-Porto C, Moreira T, Hoffmann LMA. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 13, 2008.

Fonseca SM, Mattar J. Metodologias ativas aplicadas à educação a distância: revisão de literatura. Revista EDaPECI [Internet]. 2017 [acesso em 2023 abr 5]; 17(2): 185-197. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/edapeci/article/view/6509

Freire P. Pedagogia do Oprimido. 17. Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 1987.

Freire P. Pedagogia da Autonomia. 59. ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra; 2019.

Barbosa EF, Moura DG. B. Tec. Senac [Internet]. 2013 [acesso em 2023 fev 5];39(2):48-67. Disponível em: https://www.bts.senac.br/bts/article/view/349/333

Silva MPD, Melo MCOL, Muylder CF. Educação a distância em foco: um estudo sobre a produção científica brasileira. Rev. Adm. Mackenzie [Internet]. 2015 [acesso em 2023 fev 22]; 16(4): 202-230. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1678-69712015/administracao.v16n4p202-230

Piaget J. O nascimento da inteligência na criança. Rio de Janeiro: Zahar Editores; 1970.

Piaget J. Aprendizagem e conhecimento. In: Piaget J, Gréco P. Aprendizagem e conhecimento. Rio de Janeiro: Freitas Bastos; 1974.

Piaget J. A psicogênese dos conhecimentos. In: Piaget J. Epistemologia genética. São Paulo: Martins Fontes; 1990.

Piaget J. Seis estudos de psicologia. Rio de Janeiro: Forense Universitária; 2002.

Silva AMTB, Constantino GD, Premaor VB. A contribuição da teoria das representações sociais para análise de um fórum de discussão virtual. Temas psicol. [Internet]. 2011 [acesso em 2023 mar 10]; 19(1): 233-242. Disponível em http://pepsic.bvsalud.org/pdf/tp/v19n1/v19n1a18.pdf

Mussi RFF, Flores FF, Almeida CP. Pressupostos para a elaboração de relato de experiência como conhecimento científico. Revista Práxis Educacional [Internet]. 2021 [acesso em 2023 fev 15]; 17(48): 60-77. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/9010

Azevedo VA, Melo MDSM, Silva AFR. José Rodrigues Freire Filho JR, Leite BF. O PROFSAÚDE como estratégia de implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde para a formação e para o desenvolvimento de trabalhadores no SUS. In: Teixeira CP, Guilam MCR, Machado MFAS, Gomes MQ, Almeida PF (Orgs.). Atenção, Educação e Gestão: Produções da Rede PROFSAÚDE. Porto Alegre: Rede Unida; 2020 [acesso em 2023 fev 15]; 16-19. Disponível em: https://editora.redeunida.org.br/wp-content/uploads/2020/10/Atencao-Educacao-e-Gestao-Producoes-da-Rede-Profsaude.pdf

Wander B, Gomes MQ, Pinto MEB. Avaliação da interação em fóruns de discussão na especialização de preceptoria em Medicina de Família e Comunidade a distância. Interface (Botucatu) [Internet]. 2020 [acesso em 2023 mar 15]; 24(suppl 1). Disponível em: https://doi.org/10.1590/Interface.190513

Cunha MI. Conta-me agora!: as narrativas como alternativas pedagógicas na pesquisa e no ensino. Rev Fac Educ [Internet]. 1997 Jan [acesso em 2023 mar 5]; 23(1-2):185–95. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-25551997000100010

Felipe MCP, Melo RHV, Vilar RLA. Roda de conversa: diálogo que (re)orienta a práxis. In: Brasil. Ministério da Saúde. II Mostra nacional de produção em saúde da família: trabalhos premiados. Brasília: Ministério da Saúde; 2006. p.193-202.

Daltro MR, Faria AA. Relato de experiência: Uma narrativa científica na pós-modernidade. Estud. pesqui. psicol. [Internet]. 2019 [acesso em 2023 abr 21]; 19(1): 223-237. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-42812019000100013&lng=pt&nrm=iso

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 8 ed. São Paulo: Hucitec; 2004.

Brasil. Resolução nº 510, de 7 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais. Diário Oficial da União; 2016 mai 24. Seção 1.

Mantovani DMN, Viana ABN, Gouvêa MA. Comunicação assíncrona como ferramenta no ensino-aprendizagem de estatística aplicada à administração. Revista Iberoamericana de Educación [Internet]. 2010 [acesso em 2023 abr 20]; 54(3): 1-15. Disponível em: https://doi.org/10.35362/rie5431672

Starfield B. Atenção primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasília: UNESCO, Ministério da Saúde; 2002. p. 207-227.

Brasil. Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Básica 2017. Portaria Nº 2.436, de 21 de setembro de 2017 [Internet]. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2017 [acesso em 2023 mar 10]. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html>. Acesso em: abril 2023.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Portaria Nº 2.979 de 12 de novembro de 2019. Institui o Programa Previne Brasil [Internet]. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2019 [acesso em 2023 abr 10]. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/composicao/saps/previne-brasil/arquivos/portaria-no-2-979-de-12-de-novembro-de-2019.pdf

Morosini MVGC, FONSECA AF, LIMA LD. Política Nacional de Atenção Básica 2017: retrocessos e riscos para o Sistema Único de Saúde. Saúde debate [Internet]. 2018 [acesso em 2023 abr 10]; 42(116): 11-24. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sdeb/a/7PPB5Bj8W46G3s95GFctzJx/?format=pdf&lang=pt

Giovanella L, Martufi V, Ruiz Mendoza DC, Mendonça MHM, Bousquat A, Aquino R, Medina MG. A contribuição da Atenção Primária à Saúde na rede SUS de enfrentamento à Covid-19. Saúde Debate [Internet]. 2020 [acesso em 2023 abr 12]; 44(spe4): 161–176. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sdeb/a/LTxtLz5prtrLwWLzNJZfQRy/?lang=pt#

Faustino GPS, Silva MO, Almeida Filho AJ, Ferreira MA. Perfil de um projeto de educação em saúde de enfermagem na rede social Instagram. Rev. bras. enferm. [Internet]. 2023 [acesso em 2023 abr 16]; 76(2): Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2022-0301pt

Izecksohn MMV, Teixeira Junior JE, Stelet BP, Jantsch AG. Preceptoria em Medicina de Família e Comunidade: desafios e realizações em uma Atenção Primária à Saúde em construção. Ciênc. saúde colet. [Internet]. 2017 [acesso em 2023 abr 16]; 22(3): 737-746. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232017223.332372016

Campos KFC, Sena RR, Silva KL. Educação permanente nos serviços de saúde. Esc Anna Nery [Internet]. 2017 [acesso em 2023 abr 15]; 21(4):1-10. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ean/a/9vD6Ww7FyM9qHFKqgrRkT3c/?format=pdf&lang=pt

Vasconcelos EM. Educação popular e a atenção à saúde da família. 3. ed. São Paulo: Hucitec; 2006. 336 p.

Ceccim RB. Pacientes Impacientes: Paulo Freire. In: Caderno de Educação Popular e Saúde. MINISTÉRIO DA SAÚDE - Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa / Departamento de Apoio à Gestão Participativa [Internet]. 2007 [acesso em 2023 abr 15]; p. 32-45. Disponível em: https://sites.uepg.br/let/wp-content/uploads/2017/04/Pacientes-impacientes-Paulo-Freire.pdf

Brasil. Fluxograma do processo de atendimento e referenciamento da rede de Núcleos e Postos de ETP. (Documento Extraído do Produto 8 da Consultoria técnica especializada pela consultora Verônica dos Anjos no âmbito do Projeto de Cooperação Técnica Internacional BRA-11-X6) [Internet]. 2013 [acesso em 2023 fev 15]. Disponível em: https://docplayer.com.br/815318-Fluxograma-do-processo-de-atendimento-e-referenciamento-da-rede-de-nucleos-e-postos-de-etp-1.html

Previato GF, Baldissera VDA. A comunicação na perspectiva dialógica da prática interprofissional colaborativa em saúde na Atenção Primária à Saúde. Interface (Botucatu) [Internet]. 2018 [acesso em 2023 fev 20]; 22(Suppl 2): 1535–1547. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1807-57622017.0647

Barata RB. Avanços e desafios do mestrado profissionalizante. In: Leal MC, Freitas CM (Orgs.). Cenários possíveis: experiências e desafios do mestrado profissional na saúde coletiva [Internet]. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ; 2006: 267-282. Disponível em: https://books.scielo.org/id/sp

Berbel NAN. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos? Interface (Botucatu) [Internet]. 1998 [acesso em 2023 mar 30]; 2(2). Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/BBqnRMcdxXyvNSY3YfztH9J37

Bitencourt JVOV, Meschial WC, Biffi P, Conceição VM, Maestri EM, Lima JBS. Estratégia problematizadora para o ensino do processo de enfermagem: um relato de experiência docente. Arq. ciências saúde UNIPAR [Internet]. 2022 [acesso em 2023 mar 10]; 26(3): 878-891. Disponível em: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v26i3.2022.8918

Abrão RK, Silva JS, Silva JA. A construção identidades dos alunos de EaD através dos seus discursos em um fórum de discussão. CINTED-UFRGS [Internet]. 2011 [acesso em 2023 abr 3]; 9(1): 10 p. Disponível em: https://repositorio.furg.br/handle/1/1385

Publicado

22.11.2023

Como Citar

1.
da Penha Ferreira Alves T, Guimarães Monteiro NM, Machado Campos M, Gutierrez Diaz de Azevedo DP. Fórum como ferramenta de ensino-aprendizagem: experiência no Mestrado Profissional em Saúde da Família. Com. Ciências Saúde [Internet]. 22º de novembro de 2023 [citado 21º de abril de 2024];34(02). Disponível em: https://revistaccs.escs.edu.br/index.php/comunicacaoemcienciasdasaude/article/view/1532

Edição

Seção

Seção Temática - Mestrado ProfSaude

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)