Índice de Qualidade da dieta e fatores associados em pacientes hospitalizados por Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica

Autores

  • Bruna Kethlyn dos Santos Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
  • Mariana Abe Vicente Cavagnari Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
  • Dalton Luiz Schiessel Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
  • Gabriela Datsch Bennemann Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
  • Caryna Eurich Mazur Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

DOI:

https://doi.org/10.51723/ccs.v32i02.957

Palavras-chave:

Avaliação nutricional, Consumo de alimentos, Hospitalização, Pneumopatias

Resumo

Objetivo: avaliar o Índice de Qualidade da Dieta (IQD) e associar com outros fatores de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) hospitalizados. Método:  trata-se de um estudo transversal realizado de março a julho de 2018 em um hospital de Guarapuava – Paraná. O IQD foi estabelecido após a coleta do dia alimentar habitual do paciente, também foram aferidas medidas antropométricas (Índice de Massa Corporal – IMC; Espessura do Musculo Adutor do Polegar - EMAP), avaliações clínicas e sociodemográficas. Foram incluídos na pesquisa 73 pacientes, 91,8% idosos, e 57,5% mulheres. Resultados: De acordo com o IMC 35,6% estavam em baixo peso e 58,8% apresentavam algum grau de depleção muscular segundo o EMAP. Conforme o IQD 61,6% apresentaram uma dieta que necessita de ajuste, nenhum paciente demonstrou uma dieta saudável. O estado nutricional classificado como desnutrição/magreza (OR=2,47; IC=1,75-3,50; p < 0,05) e EMAP classificado como depleção leve (OR=1,93; IC= 1,51-2,48; p < 0,05) e depleção grave (OR=3,37; IC=2,31-4,91; p < 0,05) foram variáveis relacionadas como fatores de risco para presença de dieta inadequada em pacientes portadores de DPOC. Pacientes com baixo peso e depleção muscular prevaleceram no estudo. Quanto ao estado nutricional, valores médios ou maiores de IMC e EMAP atuaram como fatores de proteção contra a presença de dieta inadequada pelo IQD.  Conclusão: Nenhum paciente foi considerado com dieta habitual saudável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Kethlyn dos Santos, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

Graduanda em Nutrição. Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO. Guarapuava, Paraná, Brasil

Mariana Abe Vicente Cavagnari, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

Doutora em Ciências - ênfase em Gastroenterologia, Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Docente do curso de Nutrição da Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO. Guarapuava, PR, Brasil.

Dalton Luiz Schiessel, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

Doutor em Biologia Celular e Molecular, UFPR. Docente do curso de Nutrição da Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO. Guarapuava, PR, Brasil.

Gabriela Datsch Bennemann, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

Nutricionista. Docente do Departamento de Nutrição da Universidade Estadual do Centro-Oeste-UNICENTRO. Guarapuava, Paraná, Brasil.

Caryna Eurich Mazur, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

Nutricionista. Docente do Departamento de Nutrição da Universidade Estadual do Centro-Oeste-UNICENTRO. Guarapuava, Paraná, Brasil.

Referências

GOLD – Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease. Global strategy for the diagnosis, management and prevention of chronic obstructive pulmonary disease: NHLBI/WHO workshop report. Bethesda: National Heart, Lung and Blood Institute, 2001. (NIH Publication #2701:1-100). DOI: 10.1164/ajrccm.163.5.2101039

Caram LM, Ferrari R, Neves CR, Coelho LS, Vale AS, Tanni SE et al. Fatores de risco de doença cardiovascular em pacientes com DPOC: DPOC leve/ moderada versus DPOC grave/muito grave. J. bras. pneumol. 2016;42(3):179-184. DOI: 10.1590/S1806-37562015000000121

Fernandes AC, Bezerra OMP. Terapia nutricional na doença pulmonar obstrutiva crônica e suas complicações nutricionais. J. bras. Pneumol. 2006;32(5):461-7. DOI: 10.1590/S1806-37132006000500014

Fisberg RM, Slater B, Barros RR, Lima FD, Cesar CLG, Carandina L et al. Índice de Qualidade da Dieta: avaliação da adaptação e aplicabilidade. Rev. Nutr. 2004 Sep.; 17(3): 301-318. DOI: 10.1590/S1415-52732004000300003

Chumlea WMC, Guo SS, Roche AF, Steinbaugh ML. Prediction of body weight for the nonambulatory elderly from anthropometry. J Am Diet Assoc 1988;88(5):564-8. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/3367012/ acesso em 02.05.2021

Melo APF, Salles RK, Vieira FGK, Ferreira MG. Métodos de estimativa de peso corporal e altura em adultos hospitalizados: uma análise comparativa. Rev. Bras. Cineantropom. Desempenho Hum. 2014 Aug; 16(4): 475-484. DOI: 10.5007/1980-0037.2014v16n4p475

World Health Organization (WHO). Obesity: preventing and managing the global epidemic: report of a WHO consultation. Geneva: WHO; 2000. [WHO technical report series; 894]. ISBN: 92 4 120894 5

Lipschitz DA. Screening for nutritional status in the elderly. Prim Care. 1994; 21(1):55-67. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/8197257/ Acesso em 02/05/2021.

Lameu EB, Gerude MF, Corrêa RC, Lima KA. Adductor pollicis muscle: a new anthropometric parameter. Rev Hosp Clin Fac Med São Paulo. 2004;59(2):57-62. DOI: 10.1590/S0041-87812004000200002

Varraso R, Chiuve SE, Fung TT, Graham BR, Frank BH, Willett WC et al. Alternate Healthy Eating Index 2010 and risk of chronic obstructive pulmonary disease among US women and men: prospective study. BMJ 2015;350:286. DOI: 10.1136/bmj.h286

Hanson C, Rutten EP, Wouters EF, Rennard S. Influence of diet and obesity on COPD development and outcomes. Int J Chron Obstruct Pulmon Dis. 2014; 9:723–773. DOI: 10.2147/COPD.S50111

Bárbara C, Moita J, Cardoso J, Costa R, Redondeiro R, Gaspar M. The importance of dyspnoea in the diagnosis of chronic obstructive pulmonary disease – a descriptive analysis of a stable cohort in Portugal (SAFE trial). Rev Port Pneumol. 2011;17:131-8. DOI: 10.1016/j.rppneu.2011.03.004

Aquino ES, Peres TM, Lopes IBV, Resgalla FM, Coelho CC, Filho ITC. Correlation between body composition and respiratory muscle strength, endurance, and exercise capacity in patients with chronic obstructive pumonary disease. Fisioter. Pesqui. São Paulo. 2010; 17 (1): 58-62. DOI: 10.1590/S1809-29502010000100011

Pedone C, Scarlata S, Sorino C, Forastiere F, Bellia V, Incalzi RA. Does mild COPD affect prognosis in the elderly? BMC Pulmonary Med 2010, 10:35 /1471-2466. DOI: 10.1186/1471-2466-10-35

Pascotini FS, Fedosse E, Ramos MC, Ribeiro VV, Trevisan ME. Respiratory muscle strength, pulmonary function and thoracoabdominal expansion in older adults and its relation with nutritional status. Fisioter Pesqui. 2016;23(4):416-422. DOI: 10.1590/1809-2950/16843223042016

Ezzell L, Jensen G. Malnutrition in chronic obstructive pulmonary disease. Am J Clin Nutr. 2000;72(6):1415–1416. DOI: 10.1093/ajcn/72.6.1415

Posłuszna D, Doboszyńska A. Assessment of nutritional status of patients with chronic obstructive pulmonary disease (COPD) and the impact of diet on COPD risk. Pneumonol. Alergol. Pol. 2011; 79 (2): 109–115. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21351061/ Acesso em 02/05/2021

Ferreira IV. Chronic obstructive pulmonary disease and malnutrition: why aren’t we winning this battle? J Pneumol 2003;29(2):107-15. DOI: 10.1590/S0102-35862003000200011

Bool CV, Verdonschot CM, Melick PV, Spruit MA, Franssen FME, Wouters EFM et al. Quality of dietary intake in relation to body composition in patients with chronic obstructive pulmonary disease eligible for pulmonary rehabilitation. European J Clin Nutr. 2014 (68): 159–165. DOI: 10.1038/ejcn.2013.257

Tabak C, Arts I.LJAC, Smit H, Heederik D, Kromhout D. Chronic obstructive pulmonary disease and intake of catechins, flavonols, and flavones. Am. J. Respir. Crit. Care Med. 2001 (164): 61–64. DOI: 10.1164/ajrccm.164.1.2010025

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed., 1. reimpr. – Brasília: Ministério da Saúde; 2014. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf Acesso em 02/05/2021.

Downloads

Publicado

09.07.2021 — Atualizado em 29.07.2021

Versões

Como Citar

1.
Santos BK dos, Cavagnari MAV, Schiessel DL, Bennemann GD, Mazur CE. Índice de Qualidade da dieta e fatores associados em pacientes hospitalizados por Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica. Com. Ciências Saúde [Internet]. 29º de julho de 2021 [citado 15º de abril de 2024];32(02). Disponível em: https://revistaccs.escs.edu.br/index.php/comunicacaoemcienciasdasaude/article/view/957

Edição

Seção

Clínica Assistencial