Perfil de sensibilidade de bactérias isoladas em amostras de culturas em um hospital terciário

Autores

  • Laura Pessoa Londe de Oliveira Instituto Hospital de Base do Distrito Federal
  • Rodrigo de Freitas Garbero Instituto Hospital de Base do Distrito Federal

DOI:

https://doi.org/10.51723/ccs.v33i03.936

Palavras-chave:

Assistência Hospitalar, Controle de infecção, Bactérias, Bactérias Gram-positivas, Bactérias Gram-negativas

Resumo

Introdução: o aumento da resistência antimicrobiana é considerado um preocupante problema de saúde, sendo observado nos últimos anos um aumento significativo da circulação de cepas com perfil de multirresistência. Objetivo: compreender o perfil de sensibilidade das bactérias identificadas pelo setor de microbiologia, no sentido de contribuir para a tomada de decisões preventivas e terapêuticas no manejo das IRAS. Métodos: foi desenvolvido um estudo observacional, transversal, com dados do setor de microbiologia, referente ao período de janeiro a dezembro de 2019. Resultados: foram selecionadas 13.800 amostras coletadas, predominantemente, de pacientes internados. Foram incluídas um total de amostras de 9.029 bactérias, divididas em 3.076 gram-positivas e 5.953 gram-negativas. Conclusão: as bactérias mais frequentes na instituição foram Klebsiella spp., Escherichia coli, Pseudomonas spp., Acinetobacter spp., Enterobacter spp. e Proteus mirabilis entre as Gram-negativas e Staphylococcus coagulase negativo (SCN), Staphylococcus aureus e Enterococcus faecalis entre as gram-positivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Pessoa Londe de Oliveira, Instituto Hospital de Base do Distrito Federal

Residente médica em Clínica Médica, Programa de Residência Médica, Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

Rodrigo de Freitas Garbero, Instituto Hospital de Base do Distrito Federal

Médico, Clínica Médica, Instituto Hospital de Base do Distrito Federal, Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

Referências

Abrantes J, Nogueira J. Utilização de testes fenotípicos para a pesquisa de carbapenamases em enterobactérias: uma ferramenta para orientação clínica. Revista Brasileira de Análises Clínicas. 2017; 49(3):240-244; DOI: 10.21877/2448-3877.201700607.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Manual de Microbiologia Clínica para o Controle de Infecção em Serviços de Saúde. ANVISA, Ministério da Saúde. 2004; 1(1):1-381; disponível em: https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/category/manuais/2.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Critérios Diagnósticos de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde. ANVISA, Ministério da Saúde. 2013; 1(1):1-84; disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/criterios_diagnosticos_infeccoes_assistencia_saude.pdf.

Moraes A, Santos R. Infecções em UTI Geral de um Hospital Universitário. Revista Brasileira de Terapia Intensiva. 2003; 15(4): 135-141; disponível em: http://www.amib.com.br/rbti/download/artigo_2010623142636.pdf.

Kucheria R, Dasgupta P, Sacks S, Khan M, Sheerin N. Urinary tract infections: new insights into a common problem. Postgraduate Medical Journal. 2005; 81(1):83-86; DOI: 10.1136 / pgmj.2004.023036.

Lopes A, Salgado K, Martinelli R, Rocha H. Aumento da frequência de resistência à norfloxacina e ciprofloxacina em bactérias isoladas em uroculturas. Revista da Associação Médica Brasileira. 1998; 44(1):196-200; https://doi.org/10.1590/S0104-42301998000300006.

Richard D. Mc-Deblieux P, Press R. Rational antibiotic treatment of outpatient genitourinary infections in a changing environment. The American Journal of Medicine. 2005; 118(1):75-135; DOI: 10.1016 / j.amjmed.2005.05.008.

Kloos W, Schleifer K. Simplified scheme for routine identification of human Staphulococcus species. Journal of Clinical Microbiology, 1975; 1(1):1-7; DOI: 10.1128 / JCM.1.1.82-88.1975.

Cuenca F. Atividade de 18 agentesantimicrobianos frente a aislado clínicos de Acinetobacter baumanisegundo stúdio multicéntrio (Projecto GEIH-RIPI–Ab 2010). Enferm. Infecc. Microbiol. Clin. 2013; 31(1): 4-9.

Deliberali B, Nishino K, Del-Priore C, Neto W, Pulcinelli R, Aquino A. Prevalência de bacilos Gram negativos não fermentadores de pacientes internados em Porto Alegre - RS. J. Bras. Patol. Med. Lab. 2011; 47(5): 529-534; doi.org/10.1590/S1676-24442011000500006.

Moreira M. Consumo de antibióticos, fatores de risco e evolução de pneumonia associada a ventilação por Staphylococcus aureus sensível ou resistente à oxacilina em pacientes internados na Uni- dade de Terapia Intensiva de adultos de um hospital Universitário Brasileiro. Dissertação de mestrado. Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia-MG. 2008; disponível em: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16750.

Oliveira J, Reygaert WC. Gram Negative Bacteria. StatPearls, 2020. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK538213/.

Serafim, A.; Oliveira, A.; Xavier, M.; Xavier, I. Perfil de sensibilidade e resistência de staphylococcus em um hospital público. Trabalho de Conclusão de curso. Universidade Vale do Rio Doce – UNIVALE. Governador Valadares, 2019. Disponível em: https://www.univale.br/wp-content/uploads/2019/12/FARM%C3%81CIA-2019_2-PERFIL-DE-SENSIBILIDADE-E-RESIST%C3%8ANCIA-DE-STAPHYLOCOCCUS-EM-UM-HOSPITAL-P%C3%9ABLICO.-AMANDA.-ANANDA.-ISABELLA.pdf.

Callejas-Díaz, A.; Fernández-Pérez, C.; Ramos-Martínez, A.; Múñez-Rubio, E.; Sánchez-Romero, I.; Vargas Núñez, J. A. Impact of Pseudomonas aeruginosa bacteraemia in a tertiary hospital: Mortality and prognostic factors. Med Clin (Barc), v. 152, n. 3, p. 83-89, 2019. doi: 10.1016/j.medcli.2018.04.020.

Kalil, A. C.; Metersky, M. L., Klompas, M., Muscedere, J., Sweeney, D.A., Palmer, L. B., et al. Management of adults with hospital-acquired and ventilator-associated pneumonia: 2016 Clinical Practice Guidelines by the Infectious Diseases Society of America and the American Thoracic Society. Clin Infect Dis, v. 63, n. 5, p. 61-111, 2016. doi: 10.1016/j.medcli.2018.04.020.

Khawaja T., Kirveskari, J., Johansson, S., Väisänen, J., Djupsjöbacka, A., Nevalainen, A., et al. Patients hospitalized abroad as importers of multiresistant bacteria-a cross-sectional study. Clin Microbiol Infect, v. 23, n. 9, p. 673-675, 2017. doi: 10.1016/j.cmi.2017.02.003.

Publicado

02.09.2022

Como Citar

1.
Pessoa Londe de Oliveira L, de Freitas Garbero R. Perfil de sensibilidade de bactérias isoladas em amostras de culturas em um hospital terciário. Com. Ciências Saúde [Internet]. 2º de setembro de 2022 [citado 30º de novembro de 2022];33(03). Disponível em: https://revistaccs.escs.edu.br/index.php/comunicacaoemcienciasdasaude/article/view/936

Edição

Seção

Clínica Assistencial