Boletins Epidemiológicos como Estratégia de Informação e Comunicação em Saúde na Pandemia da COVID-19

Autores

  • Rosalva Raimundo da Silva Fundação Oswaldo Cruz - Instituto de Pesquisas Aggeu Magalhães
  • Geyssyka Morganna Soares Guilhermino Universidade de Pernambuco
  • Barnabé Lucas de Oliveira Neto Universidade Federal da Paraíba - UFPB
  • Laís Amorim Queiroga Carneiro da Cunha Secretaria de Saúde do Recife

DOI:

https://doi.org/10.51723/ccs.v32i02.909

Palavras-chave:

Epidemiologia, Pandemias, COVID-19, Comunicação em saúde, Boletim informativo

Resumo

Objetivo: Analisar a produção de boletins epidemiológicos pelos municípios de Pernambuco no contexto da pandemia da COVID-19. Metodologia: Estudo transversal descritivo de abordagem quantitativa, conduzido com base em dados secundários extraídos dos boletins epidemiológicos produzidos pelos municípios do Estado de

Pernambuco no contexto da pandemia da COVID-19. Resultados: Ao analisar os boletins epidemiológicos produzidos para informar a situação de saúde da COVID-19, 181 municípios informaram o nome do município, dos quais 0,04% dos informes não possuíam a data; 22,3% dos boletins apresentaram contato telefônico da vigilância em saúde e/ou vigilância epidemiológica e/ou secretaria de saúde. No que diz respeito às variáveis gerais, 100% dos boletins produzidos trouxeram o número acumulado de casos confirmados, 73,4%, continham os casos confirmados nas últimas 24 horas, 95,7% óbitos acumulados, 57,7% óbitos nas últimas 24 horas, 94,8% o número de recuperados, 70,2% casos em monitoramento, 89,8% casos em investigação e 90,3% casos descartados. Conclusões: Como o boletim é uma das ferramentas que faz parte das atividades de rotina da vigilância epidemiológica, os resultados sugerem uma potencial necessidade de fortalecer a educação permanente em saúde para os profissionais responsáveis pela prevenção e controle de doenças e agravos, com sistema de coleta, consolidação, análise e disseminação de dados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosalva Raimundo da Silva, Fundação Oswaldo Cruz - Instituto de Pesquisas Aggeu Magalhães

Doutoranda. Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública. Instituto de Pesquisas Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz. Recife, Pernambuco, Brasil.

Geyssyka Morganna Soares Guilhermino, Universidade de Pernambuco

Residente. Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva. Faculdade de Ciências Médicas, Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil. 

Barnabé Lucas de Oliveira Neto, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Mestrando. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política e Relações Internacionais. Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Paraíba, Brasil.

Laís Amorim Queiroga Carneiro da Cunha, Secretaria de Saúde do Recife

Residente. Programa de Residência Multiprofissional em Vigilância em Saúde. Secretaria de Saúde do Recife, Recife, Pernambuco, Brasil

Referências

Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 1.378, de 9 de julho de 2013. Regulamenta as responsabilidades e define diretrizes para execução e financiamento das ações de Vigilância em Saúde pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, relativos ao Sistema Nacional de Vigilância em Saúde e Sistema Nacional de Vigilância Sanitária. Diário Oficial da União. 09 jul 2013. Disponível em: < https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt1378_09_07_2013.html> Acesso em dez de 2020.

Teixeira MG, Costa MCN, Carmo EH, Oliveira WK, Penna GO. Vigilância em Saúde no SUS - construção, efeitos e perspectivas. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2018 [acesso em 20 dez 2020]; 23(6): 1811-18. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v23n6/1413-8123-csc-23-06-1811.pdf. Acesso em dez de 2020.

Brasil. Decreto nº 78.231 de 12 de Agosto de 1976. Regulamenta a Lei nº 6.259, de 30 de outubro de 1975, que dispõe sobre a organização das ações de Vigilância Epidemiológica, sobre o Programa Nacional de Imunizações, estabelece normas relativas à notificação compulsória de doenças, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil [Internet]. 12 ago. 1976 [acesso em 22 jan. 2021]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/1970-1979/D78231.htm Acesso em set de 2020.

Brasil. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União. 20 set 1990; Seção 1:018055. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8080.htm> Acesso em jun de 2020.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Dados, informação e conhecimento enquanto elementos de compreensão do universo conceitual da ciência da informação: Contribuições teóricas [Internet]. São Paulo, SP, 2014 [acesso em 20 dez 2020]. Disponível em: <https://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/semidao_ram_me_mar.pdf> Acesso em dez de 2020.

Luna EJA, Silva Junior JB. Doenças transmissíveis, endemias, epidemias e pandemias. In Fundação Oswaldo Cruz. A saúde no Brasil em 2030 - prospecção estratégica do sistema de saúde brasileiro: população e perfil sanitário [Internet]. Rio de Janeiro, RJ, 2013. [acesso em 28 dez 2020], 2. 171-77. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/8pmmy/pdf/noronha-9788581100166-06.pdf> Acesso em set de 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus COVID-19 [Internet]. Rio de Janeiro, RJ, 2020. [acesso em 28 dez 2020]. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2020/fevereiro/13/plano-contingencia-coronavirus-COVID19.pdf> Acesso em set de 2020.

Corrêa PRL, Ishitani LH, Abreu DMX; Teixeira RA, Marinho F, França EB. A importância da vigilância de casos e óbitos e a epidemia da COVID-19 em Belo Horizonte, 2020. Revista Brasileira de Epidemiologia [Internet]; 2020 [acesso em 20 dez 2020], 23: 1-12. Disponível em: <https://scielosp.org/pdf/rbepid/2020.v23/e200061/pt> Acesso em nov de 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Boletim Epidemiológico, números anteriores. [Internet]; 2020 [acesso em 20 dez 2020], Disponível em: <https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/boletins-epidemiologicos-1/numeros-anteriores> Acesso em nov de 2020.

Guan W, NI Z, HU Y, Liang W, Ou C, He J, Liu L, Shan H, Lei C, Hui D... Clinical Characteristics of Coronavirus Disease 2019 in China. New England Journal Of Medicine, [Internet]; 2020 [acesso em 28 dez 2020], 382(18): 1708-1720. Disponível em: <https://www.nejm.org/doi/pdf/10.1056/NEJMoa2002032?articleTools=true> Acesso em dez de 2020.

Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 188, de 3 de fevereiro de 2020. Declara Emergência em Saúde Pública de importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV). Diário Oficial da União. 03 fev 2020; Seção Extra:1. Disponível em: <https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-188-de-3-de-fevereiro-de-2020-241408388> Acesso em dez de 2020.

Croda JHR, GARCIA LP. Resposta imediata da Vigilância em Saúde à epidemia da COVID-19. Epidemiol. Serv Saúde [Internet]; 2020, 29(1): e2020002. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222020000100100> Acesso em dez de 2020.

Werneck, GL, Carvalho MS. A pandemia de COVID-19 no Brasil: crônica de uma crise sanitária anunciada. Cadernos de Saúde Pública [Internet]; 2020 [acesso em 19 dez 2020], 36(5). Disponível em: <http://cadernos.ensp.fiocruz.br/csp/artigo/1036/a-pandemia-de-covid-19-no-brasil-cronica-de-uma-crise-sanitaria-anunciada> Acesso em dez de 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Guia de vigilância epidemiológica [Internet]. Brasília, DF, 2019 [acesso em 20 dez 2020]. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/junho/25/guia-vigilancia-saude-volume-unico-3ed.pdf> Acesso em set de 2020.

Silva WNT, Rosa MFP, Oliveira SV. Produção de Boletins Epidemiológicos como estratégia de Vigilância em Saúde no contexto da pandemia de COVID-19. Vigil. sanit. debate [Internet]; 2020 [acesso em 28 dez 2020], 8(3):171-77. Disponível em: <https://visaemdebate.incqs.fiocruz.br/index.php/visaemdebate/article/view/1658/1191> Acesso em dez de 2020.

Brasil. Ministério da Saúde (BR). Centro de operações de emergências em saúde pública: plano de contingência nacional para infecção humana pelo novo coronavírus COVID-19 [Internet]. Brasília, DF, 2020 [acesso em 20 dez 2020]. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2020/fevereiro/13/plano-contingencia-coronavirus-COVID19.pdf> Acesso em set de 2020.

Teixeira CFS, Soares CM, Souza EA, Lisboa ES, Pinto ICM, Andrade LR, Espiridião MA. A saúde dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Ciência & Saúde Coletiva, [Internet.]; 2020 [acesso em 19 dez 2020], 25(9):3465-3474. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/csc/v25n9/1413-8123-csc-25-09-3465.pdf> Acesso em dez de 2020.

Felipe T, Patricia G, Icaro C, Rodrigo O, Jeevan G, Juan CSS, Felipe M, Andre NAG, Andre GC, Jose DA, Ana CV, Fernando QCS., Sandra F, Fernando AB, Anna SL, Pia SP, Thushan IS, Paola M, Bruno BA, Fabiano PS, Helder IN. In-depth Analysis of Laboratory Parameters Reveals the Interplay Between Sex, Age and Systemic Inflammation in Individuals with COVID-19. Medrxiv, [Internet]; 2020 [acesso em 19 dez 2020]. Disponível em: <https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.08.07.20170043v2#disqus_thread> Acesso em dez de 2020.

Estrela FM, Soares CFS, Cruz MA, Silva AF, Santos JRL, Moreira TMO, et al.Pandemia da Covid 19: refletindo as vulnerabilidades a luz do gênero, raça e classe. Ciência & Saúde Coletiva [Internet]; 2020 [acesso em 20 dez 2020], 25(09): 3431-3436. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/csc/v25n9/1413-8123-csc-25-09-3431.pdf.> Acesso em dez de 2020.

Silva RR, Guilhermino GMS, Neto BLO, Neto JBL. A interiorização da COVID-19 nos municípios do estado de Pernambuco, Nordeste do Brasil. Rev Bras Saúde Matern Infant [Internet]; 2021 [acesso em 15 jan 2021], 21(1): 121-132. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/rbsmi/a/npZtDS7YrsK77RpPRBRcQfD/?lang=pt>> Acesso em fev de 2021.

Downloads

Publicado

09.07.2021

Como Citar

1.
Silva RR da, Guilhermino GMS, Oliveira Neto BL de, Cunha LAQC da. Boletins Epidemiológicos como Estratégia de Informação e Comunicação em Saúde na Pandemia da COVID-19. Com. Ciências Saúde [Internet]. 9º de julho de 2021 [citado 22º de fevereiro de 2024];32(02). Disponível em: https://revistaccs.escs.edu.br/index.php/comunicacaoemcienciasdasaude/article/view/909

Edição

Seção

Saúde Coletiva