Considerações bioéticas sobre o processo de trabalho do cirurgião dentista na saúde suplementar

Autores

  • Daniela Abreu de Moraes Escola Superior de Ciências da Saúde
  • Fabiano Maluf Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal
  • Pedro Luiz Tauil Universidade de Brasília
  • Jorge Alberto Cordón Portillo Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.51723/ccs.v27i04.32

Palavras-chave:

Saúde suplementar;, Odontologia;, Bioética, Planos de pré-pagamento em saúde

Resumo

Introdução: Conhecer o funcionamento do setor de saúde suplementar na área da odontologia. Objetivos: Avaliar a percepção do cirurgião-dentista, o grau de satis‑ fação, sua autonomia e a vulnerabilidade em relação a seu processo de trabalho em uma análise bioética, bem como sua relação com operadoras de odontologia suplementar no atendimento aos beneficiários dos planos de saúde em duas modalidades: Autogestão e Odontologia de Grupo.

Material e método: Trata-se de uma pesquisa do tipo inquérito, cujos dados foram coletados por meio de 108 questionários respondidos por cirurgiões-dentistas em Brasília-DF. Os profissionais foram selecionados ao acaso e foram entrevistados entre os meses de setembro de 2009 e maio de 2010.

Resultados: A inserção e consolidação no mercado de trabalho estão insatisfatórias para o cirurgião-dentista (87,1%), bem como o grau de satisfação pelo ressarcimento financeiro da odontologia como prática de trabalho, pois 57,4% dos profissionais responderam que a odontologia como prática de trabalho não atende suas necessidades financeiras. O profissional apresenta vulnerabilidade frente a algumas operadoras que credenciam seus serviços pela injusta remuneração e pela perda da de‑ cisão ético-tecnológica.

Conclusões: O profissional ainda tem certa autonomia para decidir o plano de tratamento, mas encontra-se vulnerável diante do mercado da odontologia suplementar. A reflexão dessas questões à luz da bioética permite redimensionar novas discussões na busca de soluções éticas e políticas que espelhem em dignidade ao profissional e benefícios à população coberta pela assistência suplementar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Abreu de Moraes, Escola Superior de Ciências da Saúde

Faculdade de Odontologia, Centro Universitário do Distrito Federal – UDF.

Fabiano Maluf, Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal – SES-DF

Pedro Luiz Tauil, Universidade de Brasília

Núcleo de Medicina Tropical, Universidade de Brasília- UnB

Jorge Alberto Cordón Portillo, Universidade de Brasília

Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade de Brasília- UnB

Downloads

Publicado

20.10.2017

Como Citar

1.
Moraes DA de, Maluf F, Tauil PL, Cordón Portillo JA. Considerações bioéticas sobre o processo de trabalho do cirurgião dentista na saúde suplementar. Com. Ciências Saúde [Internet]. 20º de outubro de 2017 [citado 15º de abril de 2024];27(04):267-78. Disponível em: https://revistaccs.escs.edu.br/index.php/comunicacaoemcienciasdasaude/article/view/32

Edição

Seção

Saúde Coletiva