Tromboflebite séptica de seio cavernoso com espessamento meníngeo de base de crânio

Autores

  • Marcelo Igor Bomfim Ribeiro Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil
  • Murilo Galvão Guiotti Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil
  • Daniele Sales Alves Correa Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil
  • Letícia Costa Rebello Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil.
  • Ronaldo Maciel Dias Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.51723/ccs.v26i01/02.180

Palavras-chave:

Tromboflebite; Seio cavernoso; Espessamento meníngeo.

Resumo

O seio cavernoso é um sítio frequente de ocorrência de trombose séptica, frequentemente secundária a infecções de seios da face, órbitas, tonsilas, palato, dentes, seios esfenoidal e etmoidal. Este artigo relata o caso de uma paciente de 25 anos com sinusopatia que evoluiu com complicações após um mês apresentando anisocoria, ptose palpebral incompleta à direita, paralisia do olhar horizontal, paralisia facial central, queda de véu palatino, ausência de reflexo nauseoso à direita e desvio de língua para esquerda. Realizou exame de imagem que identificou acometimento de seio cavernoso e espessamento meníngeo adjacente. A tromboflebite do seio cavernoso (TSC) comumente afeta os nervos cranianos que o cruzam, constituindo-se em uma complicação incomum de infecções de pele, órbitas ou seios da face. A singularidade deste caso esteve na dificuldade de tratamento, no acometimento contínuo das meninges da base de crânio e, consequentemente, dos nervos cranianos dessa topografia (VII, IX e XII). O tratamento com anticoagulantes não é consenso na literatura, devido a complicações hemorrágicas que podem ocorrer no sítio do trombo. A importância do tratamento adequado e precoce das infecções dos seios esfenoidal e etmoidal, além de infecções de face, nariz, tonsilas, dentes e ouvidos evita disseminação bacteriana e complicações, como as descritas neste caso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Igor Bomfim Ribeiro, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil

Médico residente de Neurologia, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Murilo Galvão Guiotti, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil

Médico residente de Neurologia, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Daniele Sales Alves Correa, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil

Médica residente de Neurologia, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Letícia Costa Rebello, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Médica neurologista, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Ronaldo Maciel Dias, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Médico neurologista, Hospital de Base do Distrito Federal, Brasília, Distrito Federal, Brasil

Referências

1. Berdai AM, Shimi A, Khatouf M. Cavernous Sinus thrombophlebitis complicating sinusites. Am J Case Rep. 2013 Apr 8;14:99-102
2. Soga Y, Oka K, Sato M, Kabata T, Kawasaki T, Kawano H, Hayano M. Cavernous Sinus thrombophlebitis caused by sphenoid sinusites – report os autopsy case. Clin Neuropathol. 2001 May-Jun;20(3):101-5
3. Ebright JR, Pace MT, Niazi AF. Septic thrombosis of the cavernous sinuses. Arch Intern Med. 2001 Dec 10-24;161(22):2671-6
4. Lai PF, Cusimano MD. The Spectrum of Cavernous Sinus and Orbital Venous Thrombosis: A Case and Review. Skull Base Surg. 1996;6(1):53-9
5. Ramanand Y, Sidhu TS, Jaswinder K, Sharma N. An atypical presentation of cavernous sinus thrombosis. Indian J Otolaryngol Head Neck Surg. 2007 Jun;59(2):163-5
6. Dini, LI; Sonda, I; Saraiva, GA; Corso, RJ; De Almeida, FO; Gallo, P. Trombose séptica do seio cavernoso. Arq Neuropsiquiatria 1999: 57 (3-A): 643-648.

Downloads

Publicado

19.04.2018

Como Citar

1.
Ribeiro MIB, Guiotti MG, Correa DSA, Rebello LC, Dias RM. Tromboflebite séptica de seio cavernoso com espessamento meníngeo de base de crânio. Com. Ciências Saúde [Internet]. 19º de abril de 2018 [citado 15º de abril de 2024];26(01/02). Disponível em: https://revistaccs.escs.edu.br/index.php/comunicacaoemcienciasdasaude/article/view/180

Edição

Seção

Clínica Assistencial